Núcleo de Educação Hidroambiental prepara Estação Experimental de Permacultura

A Sociedade Anônima de Água e Esgoto do Crato (SAAEC), através do Núcleo de Educação Hidroambiental, vem se debruçando sobre novas perspectivas de trabalho comunitário envolvendo desta vez a temática e prática da permacultura para aproximar a sociedade da reflexão e conscientização ambiental.

O bairro Vila Alta possui uma unidade física da SAAEC com reservatório que abastece as adjacências e neste espaço será criada a primeira Estação Experimental de Permacultura voltada para o uso, aprendizado e preservação comunitária. A ideia partiu após a Coordenadora do Núcleo de Educação Hidroambiental, Cristina Diogo, perceber o ambiente como propício a esta atividade, tendo sido provocada pelo Centro de Referencial em Assistência Social (CRAS) daquela comunidade, que desenvolve junto a SAAEC iniciativas de cunho pedagógico no tocante ao meio ambiente.

Com previsão para ser inaugurada no prazo de um mês, a Estação Experimental de Permacultura é mais um passo para a consolidação de outra cultura ambiental, como afirma Cristina Diogo. “Esta iniciativa cumpre os objetivos comunitário, intergeracional e também do uso adequado desse espaço que pertence a SAAEC. Aproveitar o terreno para o trabalho de envolvimento e replicação da permacultura com o intuito do uso coletivo e responsável é uma missão que cumprimos com muita dedicação e orgulho”, disse Cristina. O local será alvo de um trabalho de arborização, revitalizando-o e garantindo um ambiente agradável e espaço de lazer.

Serão três canteiros para cultivo de ervas e plantas medicinais, além de um minhocário e vários canteiros menores para plantio de mudas de outras espécies nativas. A técnica de irrigação por gotejamento foi escolhida para regar os canteiros por ser a que melhor controla a distribuição de água em cada canteiro.  Algumas das espécies nativas que serão inseridas nestes canteiros germinaram no Núcleo de Educação Hidroambiental, depois da coleta das sementes em edições das oficinas das “Bombas do Bem”, projeto reconhecido nacionalmente como difusor da ideia e ação do reflorestamento na região da Chapada do Araripe, contribuindo para a preservação das espécies nativas e consequentemente das matas ciliares, protegendo nascentes e o Soldadinho do Araripe, que se encontra ameaçado de extinção.

“Sempre mantivemos parcerias com o CRAS Vila Alta para ações pedagógicas relacionadas ao meio ambiente, através do nosso trabalho com o Núcleo de Educação Hidroambiental. Agora estaremos dando início a uma nova etapa desse trabalho e com certeza avançaremos na conscientização de uso saudável da água e relação respeitosa com o meio ambiente”, defendeu o diretor presidente da SAAEC, Yarley Brito.

A moradora do bairro Vila Alta, senhora Rosiane Bastos, aprova e tem sido uma colaboradora da iniciativa. “É uma forma de valorizar um espaço público, se apropriar dele e zelar para ser utilizado para o bem coletivo. Não é porque é público que devemos abandonar. Nós devemos é cuidar do que é nosso”.

SAAEC
Sociedade Anônima de Água e Esgoto do Crato
Avenida Teodorico Teles, 30 – Centro
Crato-CE
Email:
contato@saaeccrato.com.br
Fone: (88) 3523-2044

© 2017 desenvolvido por KBsistemas

pesquisar